Páginas

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

"Vida longa e próspera"

Kirk (William Shatner) e Spock (Leonard Nimoy) numa pausa entre gravações  


Morreu nesta sexta (27 de fevereiro de 2015) o ator Leonard Nimoy, o sr. Spock de 'Jornada nas Estrelas', em sua casa, em Los Angeles, nos EUA.

Nascido em Boston em 26 de março de 1931, Leonard Simon Nimoy foi o segundo filho de Max e Dora Nimoy, imigrantes ucranianos e judeus ortodoxos. Seu pai era barbeiro. Quando fez 8 anos, Leonard atuou em produções locais, conquistando papéis numa escola da comunidade. Em 1949, depois de um curso de versão no Boston College, foi até Hollywood, embora só depois de 1951 tenha conseguido emplacar papéis pequenos em dois filmes, "Queen for a day" e "Rhubarb".
Ele continuou sendo escalado para filmes desconhecidos, embora ele tenha, talvez de forma premonitória, interpretado um alienígena numa série cult chamada "Zombies of the stratosphere". Em 1961, fez uma pequena participação em "Além da imaginação". Seu primeiro papel como protagonista veio em 1952, em "Kid Monk Baroni", no qual viveu um criminoso desfigurado que se torna um boxeador.
Ele dirigiu ainda a bem sucedida comédia "Três solteirões e um bebê" (1987), uma investida bem diferente de seu trabalho na ficção científica, e apareceu em filmes feitos para a televisão. Recebeu uma indicação ao Emmy por "Golda" (1982), em que viveu o marido de Golda Meir, a primeira-ministra de Israel, encarnada por Ingrid Bergman. Foi a sua quarta indicação ao Emmy — as outras três foram pelo seu trabalho em "Star trek" —, mas ele nunca chegou a vencer o prêmio.
O casamento de Nimoy com a atriz Sandi Zober acabou em divórcio. Ele deixa dois filhos, Adam e Julie Nimoy; um enteado, Aaron Bay Schuck; seis netos; um bisneto; e um irmão mais velho, Melvin.