Páginas

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

A Oi e o Oi Futuro abre a 13ª edição do Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados.

Clique na foto para saber mais.


TEXTO EXTRAÍDO DO PÁGINA DA OI

"A Arte não para. Em todo o Brasil, independentemente do contexto econômico ou político, as pessoas continuam criando arte, consumindo arte e cultura, se reunindo, no mundo real ou virtual, para ver, ouvir e experimentar estas iniciativas. E é por isso que a Oi não para de investir na produção artística. Com o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, apoia projetos nas mais diversas regiões do País e nas mais variadas áreas artísticas, reafirmando anualmente, em Edital Público, seu compromisso com a cultura.
Esse apoio tem se concretizado por meio da seleção de projetos culturais em duas linhas de investimento. A primeira delas corresponde à Seleção Nacional de Projetos Culturais 2015/2016, voltada a projetos, inscritos por pessoas jurídicas, apoiados por Leis Estaduais de Incentivo à Cultura em todo o Brasil. Já a segunda é a Seleção da Programação dos Centros Culturais Oi Futuro 2015/2016, localizados na cidade do Rio de Janeiro, para projetos inscritos por pessoas jurídicas na Lei Estadual de Incentivo à Cultura do estado, que se identifiquem com perfil curatorial dos espaços. Nesta sexta-feira, dia 11 de dezembro, a Oi e o Oi Futuro abrem a 13ª edição do Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados. As inscrições podem ser feitas até o dia 21 de janeiro às 17h, horário de Brasília.
O edital busca estimular novas linguagens artísticas, apoiando criações que proponham e promovam o cruzamento entre arte, ciência e tecnologia, e a convergência de meios e de suportes. E reconhecer e valorizar a diversidade cultural brasileira e democratizar o acesso à cultura.
Este ano, além de enfatizar o uso inovador da tecnologia nas suas variadas possibilidades e convidar artistas e criadores a desenvolver e disponibilizar conteúdos digitais para promover uma circulação ainda mais abrangente da produção cultural brasileira, a Oi e o Oi Futuro buscam atrair iniciativas que incluam a conexão, interatividade, e produção colaborativa de conteúdo.
Boa sorte!"


domingo, 20 de dezembro de 2015

UFPel - RS edital do Processo Seletivo com Requisito para o cargo de Professor na disciplinas de Pedagogia das Artes Cênicas - Dança e Teatro

Inscrições devem ser feitas até o dia 22 de dezembro de 2015.

Terça-feira, 15 de dezembro de 2015

A UFPel), Rio Grande do Sul, lança Edital do Processo Seletivo para a contratação de Professores.
Universidade Federal de Pelotas (

Requisito para o cargo de Professor na disciplinas de Pedagogia das Artes Cênicas - Dança e Teatro (1 vaga).

As remunerações variam entre R$ 1.931,98 a R$ 4.014,00, para desempenhar atividades em jornadas semanais de 40 horas.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 22 de dezembro de 2015, na Coordenação de Processo de Seleção e Ingresso (CPSI), localizada na Rua Gonçalves Chaves, nº 3.126, em Pelotas - RS. As taxas de participação são de R$ 50,00 e R$ 100,00.

Para classificar os candidatos inscritos serão realizadas provas escritas, práticas e didáticas.
Este Concurso terá validade de um ano a contar da data de publicação da homologação dos resultados finais, prorrogável por igual período.

Mais informações podem ser obtidas nos editais disponíveis em nosso site.
Jornalista: Mariana Gouveia

ECA da USP - edital para Processos Seletivos e Concurso de Artes Cênicas e Música

Os interessados devem procurar o setor de Assistência Acadêmica para se inscrever.

Quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

(ECA) da USP, retifica edital de um dos cinco Processos Seletivos e mantém do Concurso Público para a contratação de Professores inalterado.
A Escola de Comunicação e Artes (
O edital nº 82, do Processo Seletivo foi retificado e modificou a data do período de inscrições.
Existem ainda oportunidades disponibilizadas pelos editais dos Processos Seletivos nº 78, 79, 80, 82 e 83 são para Docentes nas seguintes disciplinas: Fotografia, Multimídia e Intermídia (1 vaga), História da Arte (1 vaga), Licenciatura em Artes Cênicas (1 vaga), Conceitos e Gêneros de Jornalismo, Laboratório de Jornalismo II e Gerenciamento de Empresas Jornalísticas (1 vaga) e Aspectos Econômicos e Financeiros do Turismo (1 vaga).
Já o edital do Concurso Público nº 81, dispõe de duas vagas no cargo de Professor Titular para o Departamento de Música na área de Música.
As remunerações variam entre R$ 1.795,81 a R$ 15.400,48, para atuar em jornadas semanais de 12h a 40 horas.
As inscrições devem ser realizadas na Assistência Acadêmica da Escola de Comunicações e Artes, localizada na Avenida Prof. Lúcio Martins Rodrigues, nº 443, 1º andar, sala 127, na Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira nos períodos informados a seguir:
  • Edital nº 78 - até o dia 17 de dezembro de 2015;
  • Edital nº 79 - até o dia 22 de dezembro de 2015;
  • Edital nº 80 - 4 a 8 de janeiro de 2016;
  • Edital nº 81 - até o dia 10 de junho de 2016;
  • Edital nº 82 - até o dia 18 de dezembro de 2015;
  • Edital nº 83 - 4 a 13 de janeiro de 2016;
Todos os inscritos serão avaliados por meio de julgamento de títulos, prova escrita, didática, prova pública oral de erudição e arguição.
Estes Processos Seletivos e Concurso Público, terão validade imediata exaurindo-se com a
nomeação do candidato aprovado e indicado.
Outras informações podem ser obtidas nos editais disponíveis em nosso site.
Jornalista: Mariana Gouveia

domingo, 13 de dezembro de 2015

Unesp Campus de São Paulo - SP abre seis Concursos para Docentes em Artes Cênicas

Professores podem se inscrever até 15 de dezembro de 2015.

Unesp Campus de São Paulo - SP abre seis Concursos para Docentes
A Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (Unesp) Campus de São Paulo, informa a todos que está com seis novos Concursos Públicos em aberto para o Instituto de Artes.
O primeiro edital regido pelo nº 128, visa contratar um Professor Substituto para ministrar aulas no conjunto de disciplinas: Prática de Ensino: Fundamentos do Ensino da Arte; Prática de Ensino: Pedagogias da Dança; Prática de Ensino em Artes Cênicas; Prática de Ensino: Projetos Educativos; Teatro e Educação: Pedagogias do Teatro; Supervisão de Estágio I; Supervisão de Estágio II, junto ao Departamento de Artes Cênicas, Educação e Fundamentos da Comunicação.
Já o edital nº 129, objetiva preencher duas vagas na função de Docente Substituto. Neste caso o conjunto de disciplinas contemplados é: Laboratório
da Atuação e de Processos da Performance I; Laboratório da Atuação e de Processos da Performance II; Laboratório de Atuação e Performance I; Laboratório de Atuação e Performance II; Laboratório de Atuação e Performance III; Laboratório de Atuação e Performance IV.
Mas se você pretende ministrar aulas no conjunto de disciplinas Cultura Popular I; Cultura Popular II; Etnomusicologia, saiba que há uma vaga disponível no edital nº 130.
Há ainda os editais 131, 132 e 133, cada um com uma vaga para Professor Substituto nos respectivos conjuntos de disciplinas: Laboratório
de História do Teatro I; Laboratório de História do Teatro I: da Antiguidade Clássica ao Romantismo; Laboratório de História do Teatro II: do Realismo às Vanguardas Históricas Européias; Filosofia e Estética I; Filosofia e Estética II; Filosofia e Estética (1 vaga); Metodologia da Pesquisa; Metodologia da Pesquisa I; Metodologia e Pesquisa II; Sociedade, Estado e Educação; Estado, Sociedade e Educação (1 vaga); e Laboratório de História do Teatro Brasileiro: do Século XIV ao XIX; Laboratório de História do Teatro II; Laboratório de História do Teatro V; Laboratório de História do Teatro VI; Laboratório de História do Teatro Brasileiro: do Século XX ao Século XXI (1 vaga).
O salário de Professor Substituto varia de R$ 1.283,91, a R$ 3.259,09, correspondente à referência MS-2, em 12 horas semanais e 24h semanais. Caso o candidato tenha título superior ao exigido, o salário será correspondente à titulação.
As inscrições devem ser realizadas entre os dias 08 a 15 de dezembro de 2015, na Seção Técnica de Comunicações, que fica na Rua Doutor Bento Teobaldo Ferraz, nº 271, Várzea da Barra Funda, em São Paulo. O atendimento acontece no horário compreendido das 9h às 11h e das 13h às 16h.
Todos os inscritos serão submetidos a aplicação de Prova de Títulos e Prova Didática, conforme especificado em cada edital.
A validade deste concurso será a partir da data de publicação no DOE da homologação até o final do semestre letivo.
Mais informações podem ser obtidas nos editais completos aqui:

Links


domingo, 15 de novembro de 2015

Concurso aberto para professor de Artes Cênicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Profissionais vão lecionar em jornadas de 20h ou 40 horas semanais (DE), o que resulta em salários de R$ 2,9 mil ou R$ 8,6 mil.
Quarta-feira, 11 de novembro de 2015 às 09h44
UFRGS abre Concurso Público com 13 vagas para Professores Adjuntos
Entre os dias 16 e 30 de novembro de 2015, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) recebe inscrições para o Concurso Público destinado à nomeação de Professores Adjuntos.
A oportunidade é para Artes Cênicas/ Teatro/ Atuação Teatral (uma vaga); 
A remuneração entre de R$ 2.983,59 ou R$ 8.639,50, conforme a jornada desempenhada, que pode ser de 20h ou 40 horas semanais de Dedicação Exclusiva, e titulação apresentada, já que podem participar, candidatos com doutorado.
Os pedidos de participação são recebidos exclusivamente pelo site www.ufrgs.br, mediante o preenchimento da ficha disponível na página eletrônica e recolhimento das taxas nos valores de R$ 74,00 ou R$ 215,00.
Os inscritos serão submetidos às Provas Escrita, Didática e Prática, além de Exame de Títulos e Trabalhos e Defesa da Produção Intelectual. O resultado final será válido por um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

domingo, 27 de setembro de 2015

"A Mancha Roxa", Leitura dramatizada em comemoração aos 80 anos de Plínio Marcos (ENTRADA FRANCA)





Dando continuidade as homenagens ao nosso grande autor "PLÍNIO MARCOS"!

30 de setembro - leitura dramatizada do texto "A Mancha Roxa", na Biblioteca Parque Estadual - Teatro Alcione Araújo, às 19h.
Distribuição de senhas a partir das 18h.

Viva Plínio Marcos!!!

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Pós-Graduação em História Social da UERJ com inscrições abertas

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em História Social da UERJ informa que estão disponíveis no site www.ppghsuerj.pro.br 
os editais e outras informações para inscrições nos processos seletivos de nossos cursos de Mestrado e Doutorado.





Inscrições:

MESTRADO
19 de outubro a 18 de novembro de 2015

DOUTORADO
20 de outubro a 19 de novembro de 2015 

Atenciosamente, 

Secretaria do PPGHS - FFP/UERJ

Programa de Pós-graduação em História Social
Departamento de Ciências Humanas
Faculdade de Formação de Professores - UERJ
Tel.: (21) 3705-2227, Ramal 246

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

DRAMATURGIAS DO PRESENTE E AÇÕES DO TEATRO NO MUNDO

Dia 11 de Agosto,

DRAMATURGIAS DO PRESENTE E AÇÕES DO TEATRO NO MUNDO

O Ciclo Ato Criador desde 2006 promove encontros nos quais se discute arte e pensamento. Em seu 10º encontro dentro da 5ª edição, traz à luz o tema ‘Dramaturgias do presente e ações do teatro no mundo’. Ás 18h30, Carlos Siminoni, ator fundador do LUME – Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais da Unicamp, apresenta o Trabalho/Demonstração/Palestra – Prisão para a Liberdade. Logo após participa do debate junto à diretora da Cia Amok, Ana Teixeira, o diretor e dramaturgo Ivam Cabral (Cia. Os Satyros), Sérgio Carvalho, diretor e fundador da Cia do Latão e Pedro Kosovski, professor no teatro O Tablado.
18h30 – Teatro OiFuturo Flamengo
PRISÃO PARA A LIBERDADE – Demonstração técnica onde o ator Carlos Simioni aborda a própria trajetória junto do LUME e revela que a técnica pode ser tanto uma prisão quanto um trampolim para o ator.

SERVIÇO

CICLO ATO CRIADOR, 5ª edição
Dia 11 de agosto, terça-feira, às 18h30
Apresentação Trabalho/Demonstração/Palestra – Prisão para a Liberdade e logo após, mesa ‘Dramaturgias do presente e ações do teatro no mundo’.
Oi Futuro Flamengo – Rua 2 de Dezembro, 52 – Flamengo – Rio de Janeiro
Entrada gratuita. Retirada de senhas a partir das 17h30.

domingo, 21 de junho de 2015

FESTIVAL DE ARTE EM BERLIM EXIBIRÁ OS REGISTROS DE DUAS PERFORMANCES CRIADAS COMO RESPOSTA AO CONTEXTO DE MANIFESTAÇÕES POPULARES NO BRASIL




PRESS RELEASE - BRAZIL EXPOSED

FESTIVAL DE ARTE EM BERLIM EXIBIRÁ OS REGISTROS DE DUAS PERFORMANCES CRIADAS COMO RESPOSTA AO CONTEXTO DE MANIFESTAÇÕES POPULARES NO BRASIL

"Brazil Exposed" reúne os registros das performances "Sem título ou
E as pessoas na sala de jantar" e "Catracacatraca", que tiveram grande repercussão nas redes sociais e expõe a complexidade do quadro político-social brasileiro

 
 Fernanda Vizeu & Ariane Hime


A instalação “Brazil Exposed", selecionada para a mostra principal do festival de arte 48 Stunden Neukölln, importante festival de arte em Berlim, neste ano com o tema S.O.S. – Art Saves the World (SOS – A Arte Salva o Mundo), vai exibir a primeira apresentação oficial dos registros (fotos, vídeos e textos) de duas performances polêmicas criadas no Rio de Janeiro em 2013 e 2014. As performances são respostas ao contexto de protestos populares em grande escala que têm tomado o Brasil desde junho de 2013. A exposição acontecerá no shopping Neukölln Arcaden, durante os dias 26, 27 e 28 de junho de 2015.

"Sem título ou E as pessoas na sala de jantar" (por Ariane Hime e Fernanda Vizeu) e "Catracacatraca" (por Fernanda Vizeu e Peter Boos) foram organizadas como instalação por Fernanda (26, brasileira) e Peter (29, brasileiro-alemão), um casal de artistas que reside e desenvolve trabalho em Berlim desde agosto de 2014. A instalação discute a complexidade da sociedade brasileira (mas não só) e seus dilemas, mostrando trabalhos artísticos que ganharam rápida repercussão nas redes sociais, com reações bem diferentes entre os internautas.

SOBRE AS PERFORMANCES

Em junho de 2013 o Brasil foi tomado por uma série de manifestações populares de grandes proporções que levou centenas de milhares de pessoas às ruas em várias cidades do país, exigindo melhorias no sistema de vários serviços públicos e questionando principalmente os grandes níveis de corrupção nas esferas de poder. As manifestações se mostraram um momento diferenciado na história do país, em que se pôde não só revisar o conceito geral de passividade do cidadão brasileiro, mas também revelar o despreparo dos agentes de poder – nas esferas públicas e privadas – ao lidarem com questões populares.

A força repressora do Estado como resposta do poder constituído, através do excesso de violência da polícia contra manifestantes, se tornou um agravante para o questionamento do sistema de representatividade pública no país e para um melhor entendimento do papel que exerce a mídia tradicional dos grandes meios de comunicação na cultura de uma sociedade que tem a televisão (especialmente um canal televisivo) como grande gerador de informação e entretenimento. Quem frequentou as manifestações tinha a impressão de que muitas realidades narradas pelos telejornais não condiziam com o que acontecia nas ruas, o que desempenhou um papel negativo de desinformação e de revolta entre setores da sociedade, com polarização contra e a favor de tais manifestações.

Até então estudantes da Escola Estadual de Teatro Martins Pena, as artistas Ariane Hime (protagonista em Salina, A Última Vértebra) e Fernanda Vizeu decidiram realizar a performance em questão como resposta artística a todos os questionamentos que se colocaram em momento tão complexo da história recente brasileira. No dia 15 de outubro de 2013, durante manifesto em apoio aos professores da rede de ensino municipal da cidade do Rio de Janeiro, as artistas fizeram ato em que permaneciam sentadas jantando defronte à televisão, parecendo alheias à realidade em sua volta. Mesmo em desdobramento violento com truculência da polícia contra manifestantes (balas de borracha, bombas de gás lacrimogêneo e até armas de fogo), as artistas se muniram com máscaras de gás e se mantiveram em resistência. O clique do fotógrafo Byron Prujansky, que resignificou a performance lhe atribuindo o título “E as pessoas na sala de jantar”, em referência à música de Os Mutantes, se difundiu rapidamente pelas redes sociais, obtendo grande número de visualizações e gerando interesse inclusive do maior grupo de mídia do país, que fez matéria jornalística da performance através do jornal Extra.

Outros registros pós performance revelaram que quando as duas já tinham fugido das bombas de gás e deixaram os objetos da performance – que virou interferência – para trás, outros manifestantes assumiram o lugar delas e mantiveram vivo o seu discurso. A foto de Byron Prujansky, que fará parte da exposição em Berlim, alcançou em 48 horas 1.878 compartilhamentos a partir de sua postagem original no Facebook. A performance foi então nomeada pelas autoras como “Sem Título ou E as pessoas na sala de jantar”, em referência ao título dado pelo fotógrafo.

Os protestos no país começaram, no entanto, após o anúncio de um aumento ilegal de preços do sistema de transporte público em várias cidades do Brasil. Devido à forte repressão policial e à uma campanha de mídia que apresentou o movimento como criminoso, tais manifestações perderam força, o valor do transporte sofreu aumento e criou-se um clima de insatisfação popular. Diante desse panorama, “Catracacatraca” questiona o que aconteceria se alguém decidisse não pagar a passagem de ônibus no Rio de Janeiro.

Ao manter a câmera na mão, a artista Fernanda Vizeu se recusa a pagar o valor de R$ 3, pulando a catraca e publicando o registro em vídeo na internet. O vídeo, que mostra a discussão gerada dentro do ônibus, inclusive com o acionamento da polícia, ganhou rápida repercussão e recebeu uma enxurrada de comentários contra e a favor do ato, já que esbarra em questões polêmicas pois tensiona os limites do que é considerado legal ou ilegal ou ainda legítimo ou ilegítimo, principalmente em um país que tem a corrupção em todas as esferas sociais como uma de suas grandes mazelas. A discussão gerada traz à tona questões sociais, raciais, políticas, econômicas, legais e morais, vividas diariamente pelo cidadão, além de questionar o que é arte e qual a sua função, já que a performance foi vista pela maioria como apenas mais um protesto político e obteve reações violentas de internautas, que chegaram até mesmo a incitar o espancamento da performer.

A performance foi também amplamente difundida em mídia social e alternativa — o vídeo postado no Youtube atingiu 15.000 visualizações em três dias.

SOBRE OS AUTORES

Peter Boos nasceu em Vila Velha, Espírito Santo (Brasil). Durante 12 anos desenvolveu no Rio de Janeiro atividade artística profissional como ator, coordenador cultural, designer gráfico, produtor, entre outros. Em 2012, na Alfândega 88, companhia de teatro dirigida pelo renomado diretor brasileiro Moacir Chaves (com quem Peter manteve uma parceria contínua de trabalho como ator entre 2006 e 2013), Peter foi co-criador e membro do projeto de reabertura e ocupação do Teatro Serrador, teatro histórico no centro do Rio de Janeiro. O projeto recebeu o Prêmio Shell 2012, na Categoria Especial. Seu último trabalho mais importante foi o aclamado pela crítica e mais recente sucesso teatral no Brasil "Elis, A Musical", espetáculo produzido pela Aventura Entretenimento com o texto de Nelson Motta e Patrícia Andrade sob a direção do respeitado diretor Dennis Carvalho que contava a vida da maior cantora brasileira, Elis. Além de outros personagens, Peter Boos interpretava o cartunista Henfil, famoso por sua luta contra a ditadura militar no Brasil.

Fernanda Vizeu nasceu em Curitiba (Brasil), em 1989, mas cresceu no Chile e viveu mais tarde nos EUA e na Alemanha. Com 21 se mudou para o Rio de Janeiro para dar seguimento aos estudos acadêmicos e em 2013 formou-se em Artes Cênicas pela Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena, primeira escola de teatro da América do Sul. No Rio, desenvolveu trabalho cooperativo com a reconhecida atriz e diretora colombiana Carolina Virgüez.
Peter e Fernanda vivem atualmente em Berlim, onde ela integrou o elenco da peça "Global Duty", processo colaborativo dirigido por Julia Schulz e Ruud Gielens no teatro Ballhaus Naunynstrasse, em que contava as experiências que viveu enquanto seguia seu irmão durante sua viagem como um anarquista ao redor do mundo; e onde Peter tem trabalhado para estabelecer cooperação entre instituições alemãs e brasileiras para uma pesquisa dos modelos de produção de companhias de teatro na Alemanha.

SOBRE O FESTIVAL (do release oficial do festival 48 Stunden Neukölln)

48 Stunden Neukölln é hoje um fórum para múltiplos projetos artísticos em Berlim, apresentando arte que lida com questões sociais. Uma vez que o festival foi criado em 1999, 48 Stunden Neukölln se tornou o maior festival das artes da cidade. Os trabalhos realizados aqui servem como referências para além dos limites do distrito, lidando com questões da sociedade como um todo, assim como facilitando a interação entre artistas, tanto em Berlim quanto internacionalmente.

Em 2015 o festival irá mergulhar no tema "SOS – A Arte Salva o Mundo". Em cooperação com artistas baseados em Berlim e internacionais, o festival pretende concentrar-se na questão do real papel da arte na sociedade de hoje, lidando com as expectativas e desafios com que a sociedade confronta os artistas. O título conscientemente indica um dilema generalizado: por um lado, a tendência de lidar com temas num contexto de arte muitas vezes coloca um desafio aos artistas, exigindo que eles lidem com questões que afetam a sociedade atual. E também, por outro lado, a ideia de que, na sua forma mais extrema, a arte deve salvar o mundo de seus problemas, o que não parece ser uma demanda razoável a se fazer para quem quer que seja.

Martin Steffens, diretor do festival, reconhecendo a conformidade do trabalho de Peter e Fernanda com o tema desse ano, os convidou para a mostra principal, já que “Sem título ou E as pessoas na sala de jantar” e “Catracacatraca” lembram muito bem o tipo de trabalho da reconhecida artivista Tania Bruguera. A relevância de tais trabalhos para a discussão da atual crise política-financeira em todo o mundo, com o aumento de protestos na maioria dos países democráticos, é inegável.


CONTATO

Peter Barroso Boos
Artista e Diretor de BP Criaçoes Artísticas
peterbboos@gmail.com                                   +49 162 7269523 (Berlin) | Skype: peterboos
Fernanda Vizeu
Artista e Assistente de Produção de BP Criaçoes Artísticas
fervizeu@gmail.com                                              +49 152 04700390 (Berlin) | Skype: fervizeu
 



COLETIVA DE IMPRENSA DA MOSTRA PRINCIPAL:
24 de junho de 2015, às 11h.
Neukölln Arcaden, Karl-Marx-Str. 66, 1º andar.

SERVIÇO DA EXPOSIÇÃO:
BRAZIL EXPOSED
MOSTRA PRINCIPAL DO 48 STUNDEN NEUKÖLLN
Local: Neukölln Arcaden, Karl-Marx-Str. 66,
1º andar. Berlim.
26/06 (sexta-feira), 19h – 22h.
27/06 (sábado), 10h – 22h.
28/06 (domingo), 10h – 19h.
Entrada gratuita.



LINKS IMPORTANTES:
Trailer oficial de Brazil Exposed: https://youtu.be/Wf1JFhPb8so
Facebook Fanpage de Catracacatraca: https://www.facebook.com/Catracacatraca
Facebook Fanpage de Peter Boos: https://www.facebook.com/PeterBoos.Arte
Facebook Fanpage de Fernanda Vizeu: https://www.facebook.com/FernandaVizeu.Art
Website de Peter Boos: http://peterboos.com.br

Website de Fernanda Vizeu: http://fernandavizeu.com



sexta-feira, 5 de junho de 2015

Espetáculo "Poema Bar" em prol da Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Penna - RJ

Em prol da Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena, realizaremos o espetáculo Poema Bar.
Com Alexandre Borges, Sofia Vitória, João Vasco e Mariana de Moraes. Ao som de canções e harmonias brasileiras e portuguesas, algumas das mais belas palavras dos poetas Vinicius de Moraes e Fernando Pessoa. Poema Bar celebra a poesia e a música de Portugal e Brasil.
Data: 08 de junho de 2015

Local: E.T.E.T. Martins Penna - Rua Vinte de Abril nº 14
Horário: 19h"

Contamos com a presença de todos!
#martinssempena


sexta-feira, 29 de maio de 2015

Lançamento do livro "Alda Garrido as mil faces de uma atriz popular brasileira, de Marta Metzler


Mario Biagini estará no Rio de Janeiro para conversar sobre o "ato criador: tradição e contemporaneidade".

Mario Biagini, diretor associado do Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards, estará no Rio de Janeiro para conversar sobre o "ato criador: tradição e contemporaneidade". 

No OI Futuro do Flamengo, às 18h. 
A entrada é franca e as senhas serão distribuídas às 17h. 
No encontro, haverá a exibição do filme "Action in Aya Irini". 


sábado, 9 de maio de 2015

Concurso para professor de Teatro para Universidade Estadual de Maringá -PR

O PRÓ-REITOR DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, 

no uso de suas atribuições legais e atendendo aos termos da Constituição da República Federativa do Brasil, da Constituição do Estado do Paraná, da Lei Estadual no 6.174, de 16/11/1970, do Decreto no 7116, de 28 de janeiro de 2013, o Protocolo no 12.048.528-8, a Resolução no 017/2013-COU e o Processo no 1207/2015-PRO, TORNA PÚBLICO o presente edital que estabelece as instruções para a realização de Concurso Público de Provas e Títulos para o cargo de Professor de Ensino Superior da Carreira do Magistério Público do Ensino Superior do Paraná na classe de Professor Auxiliar, Assistente e Adjunto para o quadro de servidores da Universidade Estadual de Maringá, nos termos da Lei Estadual no 11.713, de 07 de maio de 1997, com as alterações dadas pelas Leis nos 14.825, de 12 de setembro de 2005 e 15.944, de 09 de setembro de 2008. 



Edital em: http://www.drh.uem.br/res/Edital-026-2015-prh.pdf

quinta-feira, 7 de maio de 2015

O Movimento Martins Sem Pena convoca toda a classe artística para um debate público sobre o futuro da escola Martins Penna.




O Movimento Martins Sem Pena convoca toda a classe artística para um debate público sobre o futuro da escola Martins Penna. A comunidade escolar conclama artistas e simpatizantes da causa para discussão de mecanismos de apoio à instituição que corre o risco de fechar no dia 28 de Maio!


Nossas portas se abrirão na QUINTA-FEIRA, dia 7 de Maio e o evento seguirá na ordem abaixo:



18h - Abertura com o Bloco Filhos da Martins 



19h - Apresentação do espetáculo Nossos Espaços Vazios



20h - Debate aberto a todos os presentes. A ideia é formarmos uma grande roda de conversas para ecoar os nossos anseios e dificuldades, a fim de encontrarmos juntos as soluções!



SAIBA MAIS:


HISTÓRICO

A Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Penna é a mais antiga escola de teatro da América Latina. Desde sua fundação em 13 de janeiro de 1908, a escola se consagrou como um pólo de formação de cidadãos e artistas engajados e qualificados, no entanto nunca recebeu por parte do Estado um tratamento digno do valor do trabalho desempenhado por seus professores e estudantes. 

No decorrer destes 107 anos de história, a Martins Penna enfrentou inúmeros obstáculos, sempre persistindo em sua postura democrática. A história da escola foi costurada por atos de resistência, e sustentada por momentos em que a vontade de seus professores e estudantes foi vitoriosa perante as consequências do descaso estatal. Hoje, estudantes de todo o Brasil se reúnem nessa escola para compartilhar a realização de um sonho: aprender teatro em uma instituição conceituada e gratuita.

Contudo, mais uma vez a Martins tem sua existência ameaçada. O progressivo sucateamento ocasionado por anos de abandono recebeu um golpe decisivo no atual contexto de crise em que se encontra a educação pública do Rio de Janeiro. No início do atual semestre a Martins Penna se despediu de 5 professores e 4 funcionários. Algumas disciplinas estão interrompidas desde então, mas optamos, na época, em uma Assembléia de professores, funcionários e estudantes, por manter a escola em funcionamento.

No dia 28 de maio, entretanto, como consequência imediata de decisão do STF - o Supremo Tribunal Federal, em maio de 2014 julgou inconstitucional a Lei 4.599/2005, que dispõe sobre a contratação de funcionários temporários, sem concurso, para cargos públicos, e deu prazo de 12 meses para o governo do estado modificar legislação - perderemos mais 15 professores e 9 funcionários.

Como a FAETEC não nos informou dessa realidade e muito menos se preparou para ela abrindo um concurso público para professores e funcionários, nos encontramos atualmente diante da possibilidade de um desfalque irremediável, e da consequente paralização das aulas. 


MARTINS SEM PENA

Isso posto, no dia 15 de Abril inauguramos o movimento Martins Sem Pena, com o intuito de reverter esse quadro, não apenas com soluções temporárias (que também serão necessárias diante da urgente questão de continuidade do ano letivo com qualidade), mas a fim, sobretudo, de buscar um movimento organizado que reunisse forças para a concretização de soluções verdadeiras e duradouras, estruturais, visando quebrar com esse histórico de crises cíclicas e precariedade constante. 

Iniciamos os trabalhos reunindo os integrantes da escola em Ato Artístico diante da ALERJ, onde ocorria Audiência Pública sobre a rede FAETEC. Desde então conquistamos seguidores, apoiadores da causa, contatos com parlamentares interessados em ajudar a Martins nessa luta, membros da imprensa que vêm colaborando com a divulgação da causa, e estivemos estudando caminhos e possíveis soluções para os nossos problemas.

No dia 30 de Abril organizamos um Ato Artístico onde apresentamos nossa escola e nossa pauta de reivindicações a parlamentares, à imprensa, e a amigos, amigas, filhos e filhas da Martins. Foi um dia importante, onde caminhamos ainda mais na direção de conquistas maiores, já garantindo, por exemplo, assessoria jurídica e apoios políticos.


PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

1) Concurso público IMEDIATO e ESPECÍFICO para docente EFETIVO e ESTATUTÁRIO

2) Solução provisória para a questão da suspensão dos contratos temporários no dia 28 de maio próximo, observando que, no caso da possibilidade de manutenção dos atuais contratados(as) (ou novas contratações), estes deverão ser até o fim do ano letivo, visto que nossa prioridade é o CONCURSO PÚBLICO IMEDIATO e ESPECÍFICO para docente EFETIVO e ESTATUTÁRIO.

3) Isonomia salarial entre funcionários que desepenham as mesmas funções.

4) Reforma e reequipagem da escola de acordo com suas carências.

5) Uma verba mensal condizente com as reais necessidades estruturais da escola e mais transparência no repasse das verbas para a ETET Martins Penna por parte dos órgãos responsáveis (Faetec / Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação - SECTI).

6) Tombamento da ETET Martins Penna como "patrimônio imaterial".

7) Gratuidade do THE (Teste de Habilidade Específica) do vestibular para ingresso na escola.


PEQUENAS CONQUISTAS

No dia 5 de Maio estivemos presentes em reunião da Comissão de Cultura, na ALERJ, onde foi aprovada e marcada nossa tão esperada Audiência Pública, no dia 18 de Maio às 14h. 

Também já tivemos algumas respostas indicativas de sucesso por parte da FAETEC, como a volta do professor de interpretação Marcos Henrique Rego, e pequenos consertos (ventiladores, bebedouro, ar condicionado), e o conserto da bomba d’água e limpeza da caixa d’água prevista para essa sexta, dia 8 - consertos estes pendentes há anos. 

Estávamos também há meses sem telefone e internet, incomunicáveis, até o meio de Abril. 

Ainda não foi regularizado o repasse da parca verba mensal (R$ 1.800,00), em desfalque desde outubro do ano passado. Nossas estruturas são antigas e necessitam reformas para garantir o mínimo que é a segurança dos funcionários, professores e estudantes que utilizam esses espaços todos os dias. O orçamento da escola é absurdamente ineficiente para o atendimento das necessidades mais básicas, o que dirá para aperfeiçoamentos. A nossa escola de teatro está parada no tempo e precisa de uma séria reforma estrutural e da aquisição de novos equipamentos. 


EVENTO

É com tudo isso em mente que o Grêmio Estudantil Renato Vianna convoca a todos e todas da Classe Artística para pensar e fazer junto ao movimento #martinssempena

---

Fonte: https://www.facebook.com/events/380323152157945/